acerca otoño 2
Diario do Sul
diario jornal

Desenvolvimento urbano

Alcácer do Sal quer requalificar zona ribeirinha e criar corredores cicláveis

A requalificação da zona ribeirinha e do mercado municipal e a criação de corredores cicláveis são alguns dos projetos do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Alcácer do Sal, que o município prevê concretizar até 2022.

Autor :Diário do Sul / Lusa

Fonte: Lusa

01 Junho 2016 | Publicado : 12:12 (01/06/2016) | Actualizado: 12:18 (01/06/2016)

O plano estratégico, elaborado pela Câmara de Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal, prevê um investimento de 5,5 milhões de euros, com as intervenções a serem candidatadas a fundos comunitários.

"Este plano é uma peça obrigatória para ter acesso aos financiamentos comunitários, no âmbito do Portugal 2020", explicou hoje à agência Lusa o presidente do município alentejano, Vítor Proença.

Da estratégia desenhada no plano, o autarca destacou a operação de requalificação urbana da zona nascente de Alcácer do Sal, a criação de corredores cicláveis entre a cidade e os bairros da Quintinha, Forno da Cal, Foz e avenida dos Aviadores, a reabilitação de parte da zona histórica e ainda as qualificações dos bairros de São João e do Olival Queimado.

A criação de um centro de apoio à divulgação e fruição do rio Sado, a valorização dos espaços públicos do castelo, a requalificação do Museu Pedro Nunes, a criação de um parque lúdico intergeracional e de um interface de transportes e a requalificação das instalações de apoio ao polidesportivo são outros dos projetos previstos para a cidade.

Vítor Proença salientou ainda a aprovação do plano de mobilidade da vila do Torrão, que o município "conseguiu incluir" na estratégia.

A aprovação do plano estratégico e a assinatura do contrato representam "um passo muito importante", sublinhou Vítor Proença, perspetivando o arranque gradual dos projetos, que deverão ainda ser candidatados a fundos comunitários, em 2017 e, com "maior fluxo" de intervenções, "entre 2018 e 2020".

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.