Diario do Sul
diario jornal

No Baixo Alentejo

Socialistas querem mais cuidados continuados financiados pelo Estado

O deputado socialista eleito por Beja, Pedro do Carmo, comprometeu-se hoje a interceder junto do Governo para que o número de camas financiadas pelo Estado em unidades de cuidados continuados no Baixo Alentejo seja "significativamente reforçado".

Autor :Diário do Sul / Lusa

Fonte: Lusa

07 Junho 2016 | Publicado : 16:23 (07/06/2016) | Actualizado: 16:41 (07/06/2016)

O compromisso de Pedro do Carmo surge num comunicado enviado hoje à agência Lusa, após ter visitado a Unidade de Cuidados Continuados (UCC) da Fundação Joaquim Franco e seus Pais, de Casével, no concelho de Castro Verde, no distrito de Beja.

O deputado refere que, durante a visita, inteirou-se, "com detalhe, das graves dificuldades financeiras" que atravessa a fundação, na qual, "nos últimos quatro anos, os prejuízos atingiram quase meio milhão de euros devido ao número insuficiente de camas financiadas" pelo Estado na UCC de Casével.

Trata-se de "um quadro que, segundo os responsáveis da fundação, tornam a sua gestão insustentável e põe em risco a sua sobrevivência", refere Pedro do Carmo, frisando que "não é admissível" que a UCC de Casével "esteja com uma ocupação de apenas 50% da sua capacidade instalada (das 46 camas disponíveis, só 21 estão financiadas) e que haja uma lista de espera de vários meses para utentes que necessitam dos serviços que ali são prestados".

"Além da muito necessária resposta que é preciso dar às pessoas em lista de espera", Pedro do Carmo defende "uma atenção especial para o facto de cada cama utilizada na UCC de Casével ter um efeito multiplicador em todo o concelho, uma vez que proporciona a fixação de um conjunto relevante de jovens quadros técnicos superiores".

Segundo o deputado, a UCC de Casével tem "11 especialidades profissionais diferentes na área da saúde" e emprega fisiatras, fisioterapeutas, terapeutas da fala e enfermeiros, entre outro pessoal técnico qualificado, que reside e fixou a família no interior do Baixo Alentejo.

Pedro do Carmo refere que vai fazer chegar aos responsáveis do Ministério da Saúde "a informação detalhada que recolheu e a sua preocupação", mostrando "confiança de que haverá uma solução para a UCC de Casével na próxima reestruturação da Rede Nacional de Cuidados Continuados que o Governo está a preparar".

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou, na passada quinta-feira, que a Rede Nacional de Cuidados Continuados será reforçada com mais 8.000 camas a partir deste ano, no âmbito do Programa Nacional de Reformas.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.