acerca otoño 2
Diario do Sul
diario jornal

II Edição atraiu muitos visitantes e satisfez produtores

ÉvoraWine “Uma mostra do que de melhor se faz na região Alentejo”

Frutados, encorpados, frescos, licorosos…Propriedades de vinhos que puderam ser sentidas nas provas realizadas em mais uma edição do ÉvoraWine que decorreu no passado fim-de-semana, no Jardim do Paço, em pleno centro histórico de Évora. Foram muitos os visitantes que durante dois dias quiseram ficar a conhecer melhor muitos dos vinhos produzidos na região, bem como produtos tradicionais associados ao produto que foi a estrela deste evento – o vinho. Brancos,

Autor :Maria Antónia Zacarias

Fonte: Redação D.S.

04 Junho 2015

Um dos organizadores, Nuno Prazeres salientou que o Jardim do Paço esteve lotado com 38 produtores de vinho e cinco de produtos regionais que contribuíram para 230 referências em prova, tendo sido isso que atraiu mais de dois mil visitantes que fizeram questão de participar na segunda edição desta iniciativa. De acordo com o mesmo responsável, o facto de este ano haver novidades como os workshops, os cursos e os showcookings foi um motivo de atracção que “veio dar um novo cariz ao evento”.

No entanto, advertiu que o caminho da perfeição leva a organização a pensar sobre o que pode melhorar, “começando já a pensar na próxima edição e em iniciar os contactos, pensando em desenvolver algumas novidades para o ano que vem”.

Também o outro organizador, Reto Jorg mostrou-se satisfeito com a adesão, afirmando que foram muitos os eborenses e outras pessoas aqui da região que visitaram o ÉvoraWine, “provaram os vinhos de todos os produtores que estiveram presentes e fizeram as suas escolhas porque tínhamos muita oferta”. Findada que está a feira e feito o balanço, ficou a garantia de que, para a próxima edição, “queremos proporcionar aos produtores igualmente um espaço com uma imagem forte, onde consigam apresentar os seus vinhos da melhor forma”.

Cidade Europeia do Vinho 2015
promoveu-se 
neste evento

O vice-presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, Manuel Janeiro afirmou que a candidatura a Cidade Europeia do Vinho 2015 foi uma forma de ajudar a promover os produtores, como tal, “sabendo que em Reguengos de Monsaraz o motor da economia é o vinho, tudo faremos para atingir esse objectivo”, justificando, assim, a presença no ÉvoraWine.

O autarca sublinhou que as acções que estão a ser desenvolvidas no âmbito desta Cidade Europeia do Vinho “estão a correr dentro das expectativas com eventos a atrair muitos visitantes, com a hotelaria e a restauração lotadas”. Contudo, Manuel Janeiro evidenciou que é através das visitas a Monsaraz, “que é a nossa bitola”, que se percebe o fluxo turístico. “Verifica-se um aumento significativo de cerca de 30 por cento dos turistas, o que é um sinal que nos dá ânimo para continuar e para acreditarmos que foi uma boa aposta do concelho de Reguengos de Monsaraz”, frisou.


Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.