merida enamora 2
Diario do Sul
Twitter rectangular

“Caminhantes Sem Voz” são os ciganos do Alto Alentejo na lente do fotógrafo

Exposição que já correu mundo integra o Festival de Cultura “Évora à Calma”

12 Agosto 2016 | Fonte: Nota de Imprensa

A exposição que já correu mundo chegou a Évora para integrar o Festival de Cultura "Évora à Calma".
"Caminhantes Sem Voz" são os ciganos do Alto Alentejo que Adalrich Malzbender guardou com a sua câmara e que agora nos mostra numa exposição de fotografia que tem feito um percurso notável por diversos países.
Adalrich Malzbender é um médico alemão que casou com uma alentejana de Portalegre, mas que se apaixonou também pelo Alentejo. Encantou-se com as planícies, as vilas e aldeias, e sobretudo com as gentes.
Há 40 anos que se dedica à fotografia, mas há cerca de 30 deixou-se seduzir por um grupo de ciganos que ocupava uma quinta abandonada perto de Tolosa. Aos poucos foi conseguindo ganhar-lhes a confiança e o resultado foi o conjunto de registos que temos a possibilidade de apresentar.
A Câmara Municipal de Évora e as três uniões de freguesia urbanas conseguiram trazer para Évora esta exposição que sublinha a diversidade cultural do programa "Évora à Calma". Estará repartida por três locais diferentes: a Biblioteca Pública, a galeria do Palácio do Barrocal e o Espaço Habévora na Cruz da Picada, podendo ser visitada até 16 de outubro.
A inauguração, que terá uma componente cultural, acontece já na próxima segunda-feira, feriado de 15 de agosto, nos três locais em sequência: às 16 horas na Biblioteca Pública de Évora com "Palavras Lidas" por José Russo; às 17 horas no Palácio do Barrocal (INATEL) com "Bonecos & Campaniça"; e às 18 horas no Espaço Habévora da Cruz da Picada com "Música Cigana".
Até ao último dia desta exposição em Évora surgirão momentos diversos de animação, entre os quais uma residência fotográfica.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.