Diario do Sul
diario jornal

“Praça Unesco” na Feira do Chocalho 2017

Autor :Nota de imprensa

Fonte: Município de Viana do Alentejo

18 Julho 2017

Em Alcáçovas abre as portas ao público na próxima sexta-feira, dia 21 de julho, a Feira do Chocalho, que se prolonga até domingo, dia 23, promovida pelo Município de Viana do Alentejo e pela Junta de Freguesia de Alcáçovas, em parceria com várias associações e entidades locais.
Nesta edição, o Município de Viana do Alentejo criou um espaço dedicado às distinções nacionais do Património Cultural Imaterial reconhecidas pela UNESCO, a que deu o nome de “Praça Unesco” e onde vão estar representadas a falcoaria, o fado, a dieta mediterrânica, o cante alentejano, o fabrico de chocalhos e a olaria preta de Bisalhães. Presentes vão estar os Municípios de Salvaterra de Magos, com a falcoaria, e de Tavira, com a dieta mediterrânica.
Tal como na edição anterior, vão marcar presença na feira cerca de 50 expositores das mais variadas áreas, com realce, naturalmente, para o artesanato, incluindo o fabrico de chocalhos, classificado em 2015 como património Cultural Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente pela Unesco, distinção que veio permitir a continuidade e a salvaguarda desta arte secular, apostando também na inovação e promoção junto de novos mercados turísticos, sabendo que a identidade é determinante na diferenciação de um destino ou até mesmo de novos mercados e produtos. Esta distinção permitiu ainda uma maior visibilidade do concelho nas mais variadas vertentes, nomeadamente de todo o seu património, quer material quer imaterial.
Ciente que os valores patrimoniais são um fator decisivo para o progresso e para a afirmação de qualquer região, o Município de Viana do Alentejo tem vindo a apostar no reforço das ações de promoção do seu património em certames regionais e nacionais. O objetivo é que o concelho deixe de ser um ponto de passagem e se torne um destino. E, para isso, é necessário apostar em elementos diferenciadores como o fabrico de chocalhos, a olaria, a doçaria ou até mesmo em eventos que possam atrair visitantes.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.