Diario do Sul
diario jornal

Carlos Zorrinho defende eleições livres e democráticas na Venezuela

Autor :Nota de imprensa

07 Fevereiro 2018

“Só a devolução da voz ao povo em condições de plena liberdade pode garantir o reencontro da Venezuela consigo própria, assegurando condições dignas de vida aos seus cidadãos e um futuro à altura da sua história e da ambição das novas gerações”, defendeu Carlos Zorrinho ao intervir no debate travado ontem no Parlamento Europeu sobre a situação naquele país latino-americano.

Para enfrentar os problemas levantados pela crise venezuelana, de acordo com o eurodeputado socialista “é importante mobilizar a comunidade internacional e em particular os países vizinhos para pressionarem o governo venezuelano a restabelecer a normalidade democrática e a criar condições para a realização de um processo eleitoral livre, transparente e credível”, mas sem a quebra das “ténues linhas de diálogo que ainda se mantêm”.

Na frente humanitária, Carlos Zorrinho referiu que “quando mais de dois milhões de pessoas têm que abandonar o seu país por falta de condições de segurança e pela escassez de alimentos e de medicamentos que atinge em particular as populações mais vulneráveis, deixamos de estar apenas sob um grave problema político, para nos situarmos numa crise humanitária profunda e na falência de um regime e de um sistema político, com gravíssimas consequências sociais”.

No hemiciclo de Estrasburgo, Zorrinho recordou a aprovação ainda recente pelo Parlamento Europeu de várias resoluções com recomendações de diálogo e respeito pelos direitos humanos e pela democracia na Venezuela, as quais, lamentou, “infelizmente não foram seguidas”.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.