acerca el otoño
Diario do Sul
diario jornal

No 1º semestre de 2016

Vinhos do Alentejo colocaram no mercado 55 milhões de litros de vinho

Fonte: Nota de Imprensa

20 Julho 2016

Segundo dados da CVRA (Comissão Vitivinícola Regional Alentejana), só nos primeiros seis meses de 2016 foram colocados no mercado 55 milhões de litros de vinho. Comparado com igual período do ano passado, falamos num aumento de 1,2%.
Para garantir a origem e confirmar a qualidade dos vinhos, desde o início do ano a CVRA controlou 204 produtores, fez análises de laboratório e exame sensorial a 2.742 lotes de vinho e apreciou 3.519 rotulagens. No balanço de todo este processo resultou a reprovação de 2,8% dos lotes avaliados, que não podem ser vendidos com o selo de garantia atribuído pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana.
Mesmo com o mercado nacional a absorver cerca de metade deste volume, a exportação é determinante para os Vinhos do Alentejo e o número de exportadores aumentou para 140 nos primeiros seis meses do ano, o que compara com os 136 verificados no mesmo período do ano passado.
Para a América do Norte houve um aumento de 10 exportadores, mas a redução na exportação para Angola fez diminuir em 7 o número de exportadores para o continente africano. Já para a China, houve mais 6 exportadores nos primeiros seis meses. Para Francisco Mateus, presidente da CVRA, “este dados sugerem que, apesar da diminuição no volume exportado, houve maior dinamismo por parte dos agentes que exportam”.
Um dos motivos da descida das exportações para fora da UE está relacionado com o facto de no período de janeiro a junho de 2015 grande parte das vendas tenham estado alicerçadas no desempenho de Angola, que representou 28% do total, acompanhada pelo Brasil a pesar 25% do total. Este ano, estes dois mercados desceram 63% e 27%, respectivamente, empurrando as exportações para fora da UE para uma baixa de 14% representando menos 745 mil litros face a igual período do ano anterior.
Em termos de crescimentos, destaque para os desempenhos dos países asiáticos, nomeadamente China e Japão com aumentos de 82% e 440%, respetivamente. A Rússia também aumentou em cerca de 100% face a 2015. Assim, China, Japão e Rússia foram os mercados com maiores crescimentos e, em conjunto, representaram 1/4 das exportações de Vinhos do Alentejo para fora da UE.
No entanto, e pese embora os crescimentos verificados nos países asiáticos, nestes primeiros seis meses do ano, são os EUA e o Brasil que se assumem como os principais destinos fora da UE, ainda que com variações negativas face a igual período de 2015.
O Alentejo é a região líder no mercado nacional – quer na quota de mercado em volume (47%) quer em valor (46%), segundo os dados Nielsen do ano 2015, na categoria de vinhos engarrafados de qualidade com classificação DOC e IG. Os Vinhos do Alentejo juntam 1900 produtores de uvas e 235 empresas que comercializam vinhos com a garantia de origem e qualidade atestada pela CVRA. A área de vinha aprovada para produção de vinhos DOC Alentejo e Regional Alentejano totaliza 22.315 hectares, em que a área da DOC Alentejo é de 15.445 hectares (CVRA, 2015).

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.